Palavras dela: “Desde 2012 acompanho seus trabalhos. Tentei fazer curso com vc mas não consegui, foi cancelado. Queria uma profissional de qualidade para organizar minha casa e nem sei se poderia pagar, consegui”. Bem, foi isso o que ouvi dessa cliente ímpar! Sei, sei, sei que amo meus clientes, todos eles são maravilhosos, queridos etc e tal e vcs estão cansados de ouvir isso, mas essa, ahhhhhhhh essa menina, aliás, esse casal, é diferente. Diferente nos valores, na forma que acolhem quem entra na sua casa, no tratamento, no amor dos dois que transborda pra quem está ali pertinho deles. Foi um trabalho mais que gratificante. Ganhei uma amiga, certamente.

Bem, ela furou a fila de 4 postagens aqui. Sabe que, gente organizada, tem lista pra tudo e eu tenho a minha ordem de postagens, pois, já que o tempo é curtíssimo, as listinhas sempre me dizem o próximo cliente e a próxima história a ser contada, senão, eu esqueço. Então, ela veio correndo por fora, o azarão. Tem trabalhos de dois meses atrás que eu não consegui publicar aqui, mas o dela, foi tão gratificante, importante e lindo pra mim, que resolvi escrever antes que venham outros e mais outros e eu esqueça de detalhes e resolvi tomar algumas horinhas do meu domingo em prol disso.

Eu sinceramente não lembro desse curso cancelado em 2012, mas imagino o por quê. 2012 foi o pior dos meus anos, lembro bem. Ela persistiu. Me acompanhou pelo FB e atualmente é assídua no meu Instagram. Sempre comenta, sempre curte até que chegou a vez dela. Me pediu um orçamento pois estava fazendo uma mini obra em casa e precisava de ajuda para voltar com as coisas de forma organizada para os novos lugares. Ela também desmontou o apartamento da mãe e o pouco que sobrou, muito pouco mesmo, estava ocupando o banheiro de serviço. Precisava ser desocupado.
Ela fez uma mini obra que ficou sob medida para o casal. Um home office com esquema de prateleiras ajustáveis, uma mapoteca, um bancadão, uma TV e um sofá cama e mais, alguns livros, muitos trabalhos de encadernação produzidos e um marido que ama aviões, num era muita coisa, mas precisava de harmonia e organização. E principalmente, esvaziar a sala que estava com todo esse conteúdo. Definimos 4 dias para esse projeto. Cálculo meu e sem assistentes, pois simultaneamente rolavam mais duas empreitadas, a do HN – Hotel Nacional e a de uma outra querida com muita roupa e acessórios que precisava ser finalizada. História que será contada em breve por aqui.

Começamos pela sala, tentando esvaziar ao máximo. Abrindo e fazendo triagem em todas as caixas que lá estavam. Separando conteúdos como livros, decoração, material de trabalho e por aí vai. Assim, a estante do home office, antes vazia, foi ganhando vida e forma. Teve antes, durante e depois desse espaço, espia só:

img_0497

img_0513

img_0525

img_0526

A sala continuava ainda cheinha, mas ainda não podíamos contar com a mapoteca para os infinitos papéis dessa querida que tem paixão por encadernação. Eram muitos rolos e papéis de todos os tipos. Essa foi minha pendência, mas em breve vou lá organizar e fotografar. Juro, juradinho.

O quarto de serviço, era um misto de tudo. Sapateira, material de limpeza, manutenção da casa e ainda tinha a sobra da obra e uma cômoda imensa com materiais de estoque do trabalho de encadernação dela, tudo isso num espaço micro, mas muito, muito bem planejado por ela e pelo arquiteto querido que ela contratou. Aliás, ela tem dessas coisas, por ter sido professora durante 27 anos numa escola bem conceituada do RJ, seus alunos viraram amigos, cresceram e se tornaram profissionais de peso no mercado e excelentes profissionais. Ela tem um mundo de possibilidades que ela viu de pequeno. Olha que delícia?

img_0616

img_0733

img_0734

O banheiro de serviço, nem fotografei, peguei ele de jeito! Foi pá pum! Levei tudo pra sala dela, que já tinha espaço, e separamos as coisas que vieram da casa de mammys. Perfumaria, papelada, roupas, objetos tudo foi classificado e como já tínhamos lugares para as coisas, elas seguiram seu curso normal, no mais, o que restou, foi doado, aliás muuuita coisa foi doada à pedido dela.
Ainda teve tempo para dar uma repaginada no aquivo do casal. Trocar as pastas de dar uma atualizada no arquivo que já existia e não era perdido. Trocamos as pastas por outras mais atualizadas com elástico de silicone e criamos outras novas de acordo com as demandas.

Mas o que mais amei em todo esse trabalho, além obviamente da cliente linda que ela é, foi a vista da janela da sala: esse condomínio idealizado por Sérgio Bernardes, inspirados nas favelas. Perfeita criação. Vista perfeita. Arquitetura majestosa e eu moraria linda lá!

img_0507

A outra coisa? Os feedbacks lindos que ela ia postando ao longo do trabalhos. Seja na minha página ou pelo whatsaap. Morri, viu?

img_0609

E foi assim que finalizei esse presentão que um 2016 tão ruim e difícil me deu. Ter conhecido essa mocinha e seu marido, valeu tudo!

beijos e uma semana de paz para todos nós

Verônica Cavalcanti
Menina do AO

Compartilhe com os amigos